Paulo de Tarso: O amor O amor é muito paciente e...

O amor

O amor é muito paciente e bondoso
Nunca é invejoso ou ciumento
Nunca é presunçoso nem orgulhoso
Nunca é arrogante nem egoísta, nem tão pouco rude
O amor não exige que se faça o que ele quer
Não guarda rancor e dificilmente notará o mal que os outros lhe fazem
Nunca está satisfeito com a injustiça
Mas se alegra quando a verdade triunfa
Se você amar alguém será leal para com ele
Custe o que custar
Sempre acreditará nele
Sempre esperará o melhor dele, e sempre se manterá em sua defesa
Há três coisas que perduram: a FÉ, A ESPERANÇA E O AMOR
E a maior destas coisa é O AMOR.

Inserida por sheilaentende