Eugenio de Andrade: Procura a maravilha. Onde um beijo sabe...

Procura a maravilha.

Onde um beijo sabe
a barcos e bruma.

No brilho redondo
e jovem dos joelhos.

Na noite inclinada
de melancolia.

Procura.

Procura a maravilha.

Eugenio de Andrade ANDRADE, E., Obscuro Domínio, 1972.
Inserida por lucijordan