Carol Daudt: BRISA E FURACÃO Sinto como o vento, em...

BRISA E FURACÃO
Sinto como o vento, em um acesso de furia que passa devastando tudo, mas que logo se redima e fica quietinho passando devagarzinho para lembrar q ao mesmo tempo que é forte é doce. Na força ele tenta arrancar tudo como se fosse para esquecer, tirar pela raiz aquilo q incomoda e faz sentir dor, o grito de desespero q vem junto, por saber q ainda restarão pedaços, sabendo q aquilo fez parte de uma dor que demora a adormecer. Em soluços, pensa melhor, vê q tudo passou e mesmo que tenha restado escombros está ali para poder se reinventar e mudar de curso. E vai virando brisa leve de primavera que leva perfume por onde passa e se alegra pq ali tbm restarão pedaços de um tempo feliz tempo de flor, cheiro de parque com maçã de amor! E assim sou eu passando pela vida as vezes em brisa as vezes em furacão, tudo é emoção!

Caroline Machado Daudt

Inserida por CarolDaudt