A.A.M.: Acho que o fim de um relacionamento é...

Acho que o fim de um relacionamento é sempre difícil, a saudades das coisas mais banais fazem parecer que seu mundo acabou, mas não... a vida continua e um dia a dor passa, é só você querer, pode demorar um dia, uma semana, um mês, um ano. Mas um dia passa.



Temos a impressão que a pessoa é nossa, que nos pertence como se fosse alguma coisa que compramos, mas ela tem seus direitos, de não te querer mais, de não querer falar com você e de simplesmente querer lembrar que foi uma coisa boa.



Ficamos loucos como se tivéssemos perdido um pedaço de nós.



E querendo ou não, temos que chegar a conclusão que acabou, e que não foi por causa de uma coisa ou outra ou que foi por causa de você ou dele(a), acabou porque acabou!

E foi bom enquanto durou, deu certo durante um tempo!!! A melhor coisa a se fazer e ficar quieto não procurar, não ligar, não fazer nada. Pense.



É difícil aceitar isso, mas é o jeito! E se for pra ser... um dia vai ser, um dia volta.



Exaltemos as coisas boas, mas temos que lembrar que também existiram coisas ruins, mas a nostalgia é assim; reciclada, cortamos o que faz mal e editamos as partes felizes como um filme de auto-ajuda.



E por favor, não se acomode, varie sua rotina, saia com pessoas diferentes, até mesmo aquelas que você não quer ver, vá a lugares diferentes! Experimente! Às vezes as melhores experiências estão nas oportunidades mais inesperadas. Faça isso sozinho e em especial com a pessoa que está do seu lado.



Não se critique demais nem se parabenize demais, suas chances vão continuar sendo as mesmas.



Cometemos muitos erros enquanto estamos de cabeça quente e solitários, o problema é que só percebemos isso depois. Mas isso é bom porque não os faremos de novo. Por isso lembre-se quando estiver nervoso, não faça nada, por mais que queira gritar, ligar, brigar, fique quieto, quando estiver mais tranqüilo pense e depois disso pense de novo, não estrague as coisas por causa de um impulso.



A vida da outra pessoa é dela, e dela somente, não podemos interferir, nem dar opinião, nem conversar com as pessoas próximas dela, lembre-se, se acabou... Acabou!



Não fique com raiva da outra pessoa, ela não tem culpa por não te querer mais, ou às vezes até quer, mas a convivência estava tão difícil que é melhor ficar separados, pode ser para sempre, pode ser por um tempo, mas reflita sobre isso. Só o tempo irá dizer.



E depois de um tempo... é bom conversar, colocar as cartas na mesa, pedir desculpas! O ressentimento não faz bem a ninguém, o carinho sim... este faz bem, não falo daquele carinho louco que temos quando o amor nos domina, mas o carinho de que a pessoa foi especial e mudou sua vida de um jeito impressionante. Deixe isso claro, nunca sabemos o que pode acontecer no futuro.



Tiremos nosso próprio tempo para pensar, amadurecemos sozinhos!



Escute seus amigos mais experientes eles sabem o que dizem, escute seus pais, eles só querem seu bem.



A saudade como disse antes pode voltar quando você menos imagina, não fique pensando que é uma coisa ruim, é bom você lembra de um momento bom da sua vida, mas pense que isso só te acrescentou e foi uma forma de aprendizado.

Quando pensar nos seus erros, não sofra pois é com eles que você verdadeiramente aprendeu.



E assim é a vida... uma série de ciclos, que começam e terminam. Alguns voltam outros não! Mas deixe que eles se fechem naturalmente, não se force a sentir coisas que você sabe que não são verdadeiras, se for para chorar, chore. A sinceridade umas das coisas mais lindas da vida.



Todo mundo sofre por amor, quem não ama não vive.



O amor é assim, enquanto te traz a maior felicidade do mundo também te traz a maior tristeza. É um paradoxo.



O amor é lindo somente quando sabemos perdoar, e nunca se iluda que existe uma pessoa perfeita, todos temos defeitos, e em uma relação lembre-se deles, nunca se esqueça, pois eles ajudam a você entender a pessoa que está a seu lado. Escute a pessoa que te fala para mudar ou para maneirar em algumas coisas, ela só quer seu bem. Tente se colocar no lugar dela.



Tente entender as preferências e as atitudes dos outros, respeite-as.



Não implique, não xingue, não brigue, saiba lidar com as diferenças puramente humanas, não nascemos todos na mesma família não vivemos no mesmo meio, não somos iguais, mas nos entendemos e isso sim é amor.



Também não seja um santo, quando alguma coisa te incomoda, fale o que pensa, o que quer, isso constrói base indestrutíveis, mostra caráter, maturidade. Ninguém quer estar sempre certo, precisamos ser contrariados. Uma relação nunca vai ser sempre linda, cheia de paz, querendo ou não e por mais absurdo que pareça brigas ajudam.



Não temos uma conexão divina com o outro, temos carinho, amor e respeito, infelizmente este último muitas vezes é esquecido.



O amor vem em ondas, tem dias que não queremos ver a pessoa, tem dias que queremos ficar abraçados 24 horas. Respeite essas escolhas, não exija que fiquem com você, simplesmente por que você quer, essa pode ser a pior forma de egoísmo da mundo. Essas ondas podem não voltar como também podem voltar depois de um longo tempo.



A distância dá saudade. Ficar juntos é ótimo, mas também precisamos entender que a temos vidas separadas que também são felizes, e que juntos somos mais ainda. Muito mais. Tenha seu próprio espaço, sua própria individualidade, sua própria felicidade. Não sufoque a pessoa, não exija o que não pode ser dado, só por que você quer, isso machuca, estraga. Respeite o espaço e as escolhas.



Não seja indiferente com os sentimentos dos outros e não deixe que sejam com os seus, uma palavra pode doer mais do que mil facadas.



Assim é o amor, ao mesmo tempo que nos conforta ele também maltrata.



Incompreensível... Imprevisível....



Quem sabe um dia ele bate na sua porta de novo... melhor e maior.







Mas quem sou eu para falar disso, só tenho a consciência que percebi essas coisas tarde demais.

Inserida por decoalk