Abner H. W. Monteiro: Pena Linda como sempre, De forma...

Pena

Linda como sempre,
De forma cintilante vem,
E como estranhos e distantes se passam,
Triste dor de um grande amor.

Grandes e belos dias foram,
Mas nada nos valeu, senão a pena,
Talvez a pena com que escrevo,
Talvez a pena de um grande amor.

Bom é que nem sinto mais,
Apenas saudades que não voltam mais,
Triste dor de um grande amor.

Vive em mim para sempre,
Mas soa em nós como pena,
Talvez pena de um grande amor.

Inserida por abner69