Rodrigo Pinheiro de Faria: Eu Lembro de Você Acordei para o som da...

Eu Lembro de Você

Acordei para o som da chuva torrencial,
O vento sussurrava e eu pensei em você
E em todas as lágrimas que chorou, que chamavam meu nome,
E quando você precisou de mim, eu correspondi.

Eu desenho um quadro dos dias passados,
Quando o amor ficou cego e você me fazia ver.
Eu ficaria uma vida inteira em seus olhos,
De forma que eu sabia que você estava lá para mim,
Vez após vez, você estava lá para mim.

Lembro-me de ontem, caminhando de mãos dadas,
Cartas de amor na areia, eu lembro de você.
Através das noites sem dormir e a cada dia interminável,
Eu queria ouvir você dizer, eu lembro de você.

Nós passamos o verão com a camisa abaixada,
Queria que depois fosse sempre deste jeito.
Você disse "eu te amo, baby" sem um som,
Eu disse que daria minha vida por apenas um beijo,
Eu viveria por seu sorriso e morreria por seu beijo.

Lembro-me de ontem, caminhando de mãos dadas,
Cartas de amor na areia, eu lembro de você.
Através das noites sem dormir e cada dia interminável,
Eu queria ouvir você dizer, eu lembro de você.

Nós tivemos nossa porção de momentos difíceis,
Mas esse é o preço que pagamos.
E através disso tudo nós mantivemos a promessa que fizemos,
Eu juro que você nunca estará sozinha.

Acordei para o som da chuva torrencial
Que levou um sonho sobre você.
Porém nada mais poderia te afastar,
Pois você sempre será meu sonho realizado.
Minha querida, eu amo você.

Lembro-me de ontem, caminhando de mãos dadas,
Cartas de amor na areia, eu lembro de você.
Através das noites sem dormir e cada dia interminável,
Eu queria ouvir você dizer, eu lembro de você.

Lembro-me de ontem, caminhando de mãos dadas,
Cartas de amor na areia, eu lembro de você.
Através das noites sem dormir e cada dia interminável,
Eu queria ouvir você dizer, eu lembro de você.

Inserida por parabolador