Adriana Britto: Não tenho a pretensão de que todas as...

Não tenho a pretensão de que todas as pessoas que gosto, gostem de mim;
Nem que eu faça a falta que elas me fazem, o importante para mim é saber que em algum momento, fui insubstituível;
E que esse momento será inesquecível!

Quero sempre ter um sorriso estampado no rosto, mesmo quando a situação não for muito alegre;
E que esse sorriso consiga transmitir paz para os que estiverem ao meu redor.
Quero fechar os olhos e imaginar alguém, e ter certeza de que esse alguém também pensa em mim, que faço falta.
Queria ter a certeza de que apesar de minhas renúncias e loucuras, alguém me valoriza pelo que sou, não pelo que tenho;
Que me veja como um ser humano completo, que abusa demais dos bons sentimentos.

Nunca diga "te amo" se não te interessa.
Nunca fale sobre sentimentos se estes não existem.
Nunca toque numa vida, se não pretende romper um coração.
Nunca olhe nos olhos de alguém, se não quiser vê-lo se derramar em lágrimas por causa de ti.

A coisa mais cruel que alguém pode fazer é permitir que alguém se apaixone por você, quando você não pretende fazer o mesmo!

Nota: Adaptação de um poema muitas vezes atribuído, de forma errônea, a Mário Quintana.

Inserida por prikostek