Alessandra A. Rossetto: "Tenho tanta coisa para dizer"...

"Tenho tanta coisa para dizer"


Alguma coisa em mim esta diferente agora
Sinto-me forte e indestrutível
Não me sinto tão mais somente
Sozinha e deprimente capaz de ver e sentir que os olhos da verdade já não choram mais
Tenho tanta coisa para dizer
Orei ao vento preces a você
Eu sou a sombra que atravessa sua alma
De todos os seres existentes eu sou o mais capaz
Do mar naveguei ate seu amor achar
Do céu voei ate sua alma encontrar

Eu tenho tanta coisa para dizer
Aos seus olhos vou revelar

Quando seus olhos não mais me ver
Que seja por um acaso não chore demais
Quando o sol não sair não se desespere a chorar
A noite desce em silencio e seu pranto com ela levará
Leve-me para dentro de você
Leve-me onde as sombras não podem chegar
Leve-me para dentro de sua alma
Leve-me daqui
Leve-me dessa insanidade
Não quero pensar
Não quero acreditar
Aquelas vozes me entorpeciam
Horas vejo você dentre elas horas me vejo entre elas
Mais essa e diferente é como se eu já ouvira em algum lugar mais não me lembrará o destino de tão leve que ela representava ela vinha novamente em minha direção não tinha uma estratégia certa a qual me atingira
Vagamente ela se vai mais dentro de mim um vazio passa a existir
Tão só me vejo perdida diante do sol fulminante que me ataca sem o menor pudor sinto minha alma desvairar
Na escuridão era onde eu deveria estar você não tinha o poder de me tirar de tal profundidade onde minha alma se encontrava
Por um instante me senti viva retornado a respirar o mesmo ar que seus pumoes desfrutavam
Mais algo me prendia ao fundo
sonhar que seus olhos podiam me ver na escuridão me aprisionarão

Inserida por leemoxinha