Franbogado: O homem é o Demônio A mulher é o Deus...

O homem é o Demônio
A mulher é o Deus
O Demônio espalha
O Deus ajunta

O homem é o cérebro
A mulher o coração
O cérebro domina
O coração executa

O homem é a tristeza
A mulher a alegria
A tristeza contenta-se
A alegria incontem-se

O homem é uma seta
A mulher um círculo
A seta indica o caminho
O círculo abriga quem andou

O homem é a guerra
A mulher a natureza
A guerra fascina e destrói
A natureza destrói e fascina

Inserida por franbogado