Franciane Costa: Ela me conhece. A ponto de eu comentar...

Ela me conhece. A ponto de eu comentar alguma coisa e ela já vir com aquele sorrisinho pequeno, olhando pra baixo e logo depois nos meus olhos, procurando o melhor jeito de me repreender dizendo: Francianeee. Pronto. Já é certo que tô fazendo alguma coisa errada e vou levar um puxão de orelha. Seja porque ela descobriu alguma coisa que eu queria esconder simplesmente olhando pra minha cara, ou porque eu realmente estou cega de idiotice.
Ela me conta segredos e também sabe todos os meus, mesmo que eu não pronuncie nenhuma palavra. A conheço desde o fundamental, mas somos amigas mesmo faz um ano por essa época [eu não sei bem o dia]. Tudo começou quando ela me pediu explicação pra uma matéria de química que eu nem sabia direito, mas topei ajuda-la. Lembro bem naquela festa de Semana Farroupilha, ela se juntou no nosso grupinho e desde então tem um espaço mais que gigante no meu pequeno coração. O nosso acampamento pra comemorar o aniversário dela foi um dos meus melhores finais de semana da minha vida. Na segunda-feira eu iria mudar de escola e ficar um pouco longe delas [confesso que já me senti muito sozinha nesses dias].
A Nath atura minhas dores de cotovelo, ela esteve presente num dos momentos mais ‘complicados’ das minhas paixões mal resolvidas. Eu não sabia, mas ela tinha razão: um dia aquela tempestade ia acabar. Ela me faz ter ataques de riso com as coisas mais idiotas. Ela sabe quando eu to triste, mesmo quando a gente se fala só por msn. Ela é a melhor amiga que alguém chamada Fran pode ter.
Ela sabe da minha vida. E eu sei a dela. E é isso que me faz olhar as fotos das nossas vidas e me encher de orgulho por termos dividido tantos momentos importantes. E Hoje eu queria dizer pela milésima vez o quanto eu a amo!

Inserida por francicosta