Bruna Peres Viana: E a solidão Que acalma meu coração...

E a solidão
Que acalma meu coração
Liberta minha alma
E reage contra minha mente

Sangue que corre nas veias
É aquele que chega
Em um lugar onde aquilo
Que me faz viver, vive

Sua ordem, meu objetivo
Seu sonho, minha vontade
Nem sei por onde acabar
O começo se desfez

O inicio de algo ruim
Que nunca começou
Mas acaba de repente
Como se nada acontecesse

Minha respiração fica mais rápida
Meu coração bate ligeiramente
Minhas pernas cansam de correr
Minhas mão de escrever

Inserida por marassay