Narcélio Lima: Inexplicável Amo- te do muito ao...

Inexplicável

Amo- te do muito ao simplesmente
Com todo o perigo e com cuidado
Amo todo certo e todo errado
Com toda alegria e descontente

Amo-te é verdade de quem sente
Amo com coragem de um coitado
Tão sozinho e tão acompanhado
Tão depressa e quase lentamente

Que nem sei se vou, ou se espero
Se fico parado, ou não fico
Se expulso isso, ou se quero

Pois se de querer já me complico
É porque o amor que é sincero
Me confunde enquanto te explico!

Inserida por nilmario