Graziela Marchan: Quando você se foi Não é mais eu quem...

Quando você se foi

Não é mais eu quem você pensa. Será que um dia foi? Não sou mais eu que está a frente de tudo pra você. Nunca estive. Não é mais a letra do meu nome que você escreve do lado de um simples coração. Não é mais o verbo encontrar que você procura. Não são mais minhas palavras que você quer ler, e nem minha voz você quer mais ouvir. Mesmo sabendo de tudo isso, eu insisto em continuar a escrever, continuar a pensar, sabendo que você já realmente não se importa mais. Eu quis provar a mim mesma que o seu erro não foi tão grave, e que eu podia viver com isso. Hoje eu arrependida - acho que por finalmente ter encontrado o final do tunel - eu escrevo - e sob as lágrimas que evitei, e os falsos sorrisos dados pra você - não está tudo bem, e vai demorar pra ficar. Eu quero te provar o mais puro sentimento que eu tenho, meio sufocado, eu sei. Talvez tenha te assustado. Ou me assustado. Um longo tempo passou, e cada dia foi se agravando mais aquele sentimento, que já foi ódio, raiva, desprezo, pena e paixão. Hoje eu entendo o que passou, e lamento. Lamento por nós dois. Doeu te perder. Mas está sendo pior esquecer, agora sabendo que não importa o que eu faça, e nem o que aconteceça, nada irá mudar. Você se foi, pra longe, pra nunca mais voltar

Inserida por nick.gtt