Willians Marques: Luanda Veio de Luanda roda cirandeira...

Luanda

Veio de Luanda
roda cirandeira
venha se entregar
venha se perder
Veio de Luanda
linda de morrer
venha me matar
de tanto querer

Veio de Luanda
roda cirandeira
venha se entregar
venha se perder
Veio de Luanda
linda de morrer
venha me matar
de tanto querer

Só por ela minha paixão incendeia
Sua boca, minha sede,
o seu corpo me alimenta

Chega mais perto e põe a mão,
No meu coração
Todo meu delírio é por causa dela
Todo o meu viver, vivo só pra ela
De tanto sonhar,
com o jeitinho dela
O meu bem querer
têm a cara dela

Veio de Luanda
roda cirandeira
venha se entregar
venha se perder
Veio de Luanda
linda de morrer
venha me matar
de tanto querer

Só por ela minha paixão incendeia
Sua boca, minha sede,
o seu corpo me alimenta

Chega mais perto e põe a mão,
No meu coração
Todo meu delírio é por causa dela
Todo o meu viver, vivo só pra ela
De tanto sonhar,
com o jeitinho dela
O meu bem querer
têm a cara dela

(Entra rítmo de forró)

"Êta forró danado!!"

Você diz que é "forrozeiro"
mas não sabe "forrozá"
Pois venha e não se aveche
que eu vou te ensinar!
Mas se você já dança
Eu te faço um desafio
Vou cantando alguns passos
vamos ver você entrar no trilho

Então gire sua dama
Por cima, por cima!
Acaba com por baixo
Mas que esculacho!
Junta testa a testa, até você se separar
Um giro inverso sem as mãos
Quero ver se equilibrar

Valeu a brincadeira
Vamos "se divertir"
Acabar com a tristeza
Vamos todos nos unir!

Inserida por josiemello