Vinícius Paulo Corrêa Almeida: "Sinto uma dor insondável, que aos...

"Sinto uma dor insondável, que aos poucos corrói meu coração.
Minha alma está famélica por sua benevolência e afeição.
Não lhe peço esmolas nem migalhas, apenas um pouco de consideração.
Se não me ama, pelo menos não me ignore, pois para mim, já basta a sua atenção".

Inserida por vinypcalmeida