Desconhecido - Fonte Momento espirita: PROMESSAS DE AMOR Pessoas gostam de...

PROMESSAS DE AMOR
Pessoas gostam de fazer promessas...
Mas os apaixonados são mestres em prometer, embora nem sempre consigam cumprir as coisas prometidas.
E eu até gostaria de lhe prometer a felic idade eterna, mas porque sei que não poderei cumprir, desejo
conquistar, dia- a-dia, ao seu lado, uma felic idade possível...
Eu poderia lhe prometer o mundo, mas isso não é algo que se pode alc anç ar, por isso desejo oferec er-me para
construir com voc ê um mundo diferente, um mundo melhor, um mundo onde a paz não seja uma ilusão.
Eu poderia lhe prometer a lua, mas esse magnífico satélite não está à venda.
Assim, desejo exerc er suave magnetismo, atraindo voc ê aos meus braços sempre que deles nec essitar...
Eu poderia lhe prometer as estrelas, mas isso seria utopia. Entretanto, quero e posso ser um tênue raio de luz,
sempre que a escuridão aparec er em seu c aminho.
Eu poderia prometer atapetar estradas com pétalas de flores para suavizar sua c aminhada. Mas na
impossibilidade de cumprir, desejo lhe ofertar flores de ternura, sempre que seus pés estiverem c ansados...
Eu poderia fazer a promessa de lhe dar o mais luxuoso c astelo do mundo, mas c ertamente não cumpriria...
Assim, almejo tec er com os fios invisíveis do amor, um ninho de fraternidade e paz, consolidado no lar.
Eu poderia lhe prometer amor exc lusivo, mas isso eu não posso, pois outras pessoas já conquistaram meu
coraç ão.
Quando nasc i, os braços de meus pais foram meu primeiro berço; quando prec isei de amigos, os encontrei;
quando descobri os laços de ternura de meus avós e outros familiares, a eles dediquei amor.
Eu poderia prometer dec lamar as poesias mais belas do mundo para voc ê, mas não tenho esse dom.
Assim, desejo apenas procurar as palavras c ertas para lhe dizer, nos momentos prec isos, e edific ar com elas a
ponte do diálogo, que nos fará próximos em todas as situações.
Eu poderia lhe prometer belos presentes a c ada aniversário seu, a c ada data importante para nós dois, mas temo
um dia não lograr êxito.
Por essa razão, desejo lhe ofertar as flores de amizade e afeiç ão todos os dias, porque todos os dias serão
importantes para nós.
E, se por ac aso um dia eu não fizer isso, socorra-me depressa, pois estarei prec isando muito de ajuda.
Eu poderia lhe prometer uma família feliz, com filhos saudáveis e inteligentes, mas isso não depende de mim.
No entanto, se Deus nos confiar seus filhos, para alegrar nossa união, desejo dar o melhor de mim em favor
desses viajantes do infinito, sejam eles inteligentes ou não, saudáveis ou não, c arinhosos ou não...
Eu poderia prometer a voc ê jamais cometer equívocos, mas não posso assegurar isto, sob pena de me trair nos
minutos seguintes.
Todavia, desejo envidar esforços constantes pela auto- superaç ão. E se vier a falir rogarei que perdoe minha
fraqueza.
Enfim, eu poderia lhe fazer mil promessas, como tantos apaixonados...
Poderia lhe dizer muitas palavras sem sentido ou vazias...
Mas, se não prometo lhe dar tudo o que desejaria, eu posso lhe ofertar o meu amor sinc ero.
Espero que voc ê também não me prometa nada, apenas desejo que ac eite meu coraç ão, como prova das minhas
mais elevadas intenções.
E, quando um dia o c repúsculo da existênc ia se aproximar e nos encontrar lado a lado, aí, então, poderei
assegurar que superamos juntos uma árdua batalha, e que as promessas que não fiz se realizaram...
(Equipe de Redaç ão do Momento Espírita.)

Inserida por felipelira