Dona Geo: Eu estou a mesma pessoa que você...

Eu estou a mesma pessoa que você conheceu,
com os mesmo problemas
e a mesma forma de resolvê-los.

Continuo culpando os outros,
continuo me enganando,
buscando o mais fácil.

Lidar com as pessoas nunca foi fácil pra mim,
lidar com meus sentimentos me confunde mais...

Abrir mão de sentimentos ainda é comum
me acomodar em gostar de quem gosta de mim
ainda é comum, por mais que eu saiba
e ainda pense que ninguém me veja ou entenda...

Lidar com um amor de verdade ainda me dá medo
encarar o que pode ser uma decepção ainda me apavora
ser decepcionante ao meu ego seria minha grande frustração.

Eu fujo...

Lidar com quem se ama,
lidar com um amor inexplicável dói demais.

É o problema mais difícil a ser encarado,
a realidade, a ilusão...

Prefiro guardar o que poderia ser...
Prefiro acreditar nas verdades que inventei

Na esperança que vou esquecer,
que o que fiz foi o mais correto,
tentar o não ter, foi necessário.

Mas mesmo assim sei o que guardo
todos os bons momentos,
os sorrisos e as palavras...

E assim espero e te prendo,
me distraindo,
talvez perdendo meu tempo
como assim fui ensinado...

"Nada é por acaso".

Inserida por bellerestel