Lucas Kieling: Há de convir! Que um mero acaso...

Há de convir! Que um mero acaso assemelha-se a uma conjuntura, e esta, apenas aconteceu pelo desapercebido interesse a vida alheia.

Inserida por lclima