Carlinhos: Andei procurando o vento, para saber...

Andei procurando o vento, para saber onde estás…
Respondeu-me a ventania: isto nunca saberás.
Ventania vai ligeira, se transformar em tufão,
Ai, ninguém me respondeu - eu não sei de você, não!

Insisti com o mar bravio, e perguntei de você;
Ao que ele marejou: você nunca vai saber!
Foram e voltaram as ondas, não quiseram me contar.
Segredos tão bem guardados, estão no fundo do mar.

Sabe lá se alguma estrela, poderia me contar,
…São sempre tão curiosas, com malícia a nos piscar…
Não, elas nada disseram, ciumentas como quê,

Preferiram se calar, caidinhas por você!
Não satisfeita eu pedi, fiz pra Deus uma oração…
Então ele me mostrou, você, no meu coração!

Inserida por carlos13adriano