Flavia Tonacci Costa: E eu vivo assim, pela metade. São...

E eu vivo assim, pela metade.
São tantos "eus" a reinventar.
São tantos pedaços a juntar.
Uma nova vida a iniciar...

Ninguém nunca falou que é fácil recomeçar.
A hora que você decide mudar o padrão de uma vida inteira, você se rasga, você se quebra, você se mata.
É uma automutilação.
Um rompimento de regras e parâmetros. É um NÃO intenso para dentro de você.
Uma não-aceitação do seu jeito habitual de viver.
É um grito impaciente.
É o seu "eu" mais íntimo, pedindo para você ficar só, brigando com o outro "eu" mais superficial que diz vai farrear e se joga!

É preciso se desintegrar para renascer, assim como a fênix renasce das cinzas.
Então, faz assim: agora eu me jogo se eu tiver certeza que cairei de pé, ok?! Caso contrário, OUT !!!

Inserida por ftonacci