Samila Andrade: Temos nosso Céu, nosso infinito...

Temos nosso Céu, nosso infinito particular.
Temos nossa razão, nossa emoção.
Temos um ao outro em qualquer momento.
Éramos dois estranhos que, entre tantos outros, se encontraram um dia num corredor qualquer.
E em meio a risadas e brincadeiras de desvaneios, nos encontramos pela primeira vez em nós mesmos.
Não sabemos exatamente quando passamos de conjugar "eu" para "nós".
Foi há séculos? Milênios? Semanas? Dias?!.. Não há tempo em nosso mundo.
Como já dizia um sábio: "somos velhos conhecidos".
E em meio a todo esse turbilhão de emoções, temos nossos encontros e desencontros.
Mas é sempre certo: somos um só. E juntos, somos mais do que poderiamos ser em qualquer tempo.

Inserida por AnaSophia