Margaret Pelicano: apender a pedir descupa Aprenda a pedir...

apender a pedir descupa

Aprenda a pedir desculpas… quando não… perdão!

Uma linda amiga, minha mana Teca, disse-me certa vez que perdoar é para os grandes! Senti-me tão pequena, então!

Não riam, falo sério. Agora desculpar é mais fácil. Minha santa vó adotiva, porque não era de minha família, mas eu a amava como se fosse, disse certa vez; Perdoar? Só Deus! Eu desculpo!

A desculpa não evita a mágoa, mas faz um bom curativo no machucado…

Há pessoas que magoam as outras e não conseguem pedir desculpas nunca. Percebem o erro, mas não conseguem exteriorizar o arrependimento. Ficam dóceis, suaves, mas a palavrinha mágica… essa não sai. O magoado vai se afastando, afastando e aquele lindo relacionamento se perde… acaba!

Aprendamos pois a pedir desculpas e a desculpar. É, em prol de uma amizade… e ter amigos verdadeiros, vale a pena. Se o opositor não quiser desculpar… problema dele. Você cumpriu a sua parte no acordo de Paz da humanidade! E depois, desculpar; desculpar-se – sim – porque você pode desculpar a você mesmo por agressões que você faz a si próprio; e ser desculpado, vai revelar que você é uma pessoa humilde. E como humildade não é humilhação, estaremos todos atuando no coração e no inconsciente coletivo. Estaremos de bem coma vida. Quer algo melhor?

Inserida por re-fem