Clarice Lispector: Não sei o que fazer da aterradora...

Não sei o que fazer da aterradora liberdade que pode me destruir. Mas enquanto eu estava presa, estava contente? ou havia, e havia, aquela coisa sonsa e inquieta em minha feliz rotina de ser prisioneira?

in A Paixão segundo GH pág 13

Inserida por eduardarocha