Desconhecido: Por fim, ATITUDE é Ação! Esta ação...

Por fim, ATITUDE é Ação!


Esta ação se estrutura a partir de nossa espiritualidade (todo processo de relacionamento com Deus e/ou com outras pessoas e/ou com a natureza), nossa mente (todo o processo de cognição e/ou instinto) e coração (todo o processo de intuição e/ou emoção), que por fim se transforma em comportamento e este alimenta, ou realimenta todos os eventos em todas as instâncias no meio onde você vive e fora dele.

Nossas ações – ATITUDES ESPIRITUAIS, ATITUDES MENTAIS OU ATITUDES COMPORTAMENTAIS - proporcionam emoções e sentimentos de prazer ou de dor.

A Qualidade de nossa Vida e nosso Bem Estar é diretamente proporcional a qualidade de nossas emoções.

Que tipo de emoção é mais consistente na sua vida hoje: a que traz conforto emocional ou a que miseravelmente te perturba?

Nossos sentimentos e emoções possuem o PODER de ATRAÇÃO ou REPULSÃO do que desejamos! O que você tem atraído para sua vida? Quem, ou o que, você tem repelido de sua vida? (consciente ou inconscientemente)

A nossa atitude de hoje nos conduziu a viver a vida que nós temos hoje quanto ao nosso relacionamento com pessoas, vida social, saúde, dinheiro ou ausência dele, espiritual, etc...

Se você não está satisfeito com alguma área de sua vida, se você não está satisfeito com seus resultados, SE A FELICIDADE PLENA NÃO ESTÁ COM VOCÊ; você pode e deve mudar de vida começando por mudar sua ATITUDE!

Se você vive com muitas incertezas você pode estar caminhando para uma confusão mental sobre que decisões tomar na vida, ou pior, começando a perder as referências que podem lhe ajudar a escolher o que de fato você quer para sua vida!

Para fazer ESCOLHAS temos que tomar DECISÕES!

Decisões nos levarão a ter que abrir mão de algo que temos, que conhecemos, que eventualmente até não gostamos muito, mas nos traz algum nível de conforto emocional, mesmo que de baixa qualidade.

Por regra preferimos o que conhecemos que tentar mudanças, MUDANÇAS geralmente causam MEDO.

O MEDO proporciona insegurança que coloca o ser humano num estado que não lhe permite ser produtivo.

Na sociedade moderna, não ser produtivo pode marginalizar o ser humano, socialmente ou emocionalmente.

Inserida por NSD