Deborah Oliveira: Conversando com Deus Já não teve o...

Conversando com Deus

Já não teve o suficiente? Esta pronto agora? Quer mesmo saber as respostas de suas perguntas? Você vai me responder?
Você tem feito muitas perguntas, esta irritado, e agora Eu te pergunto... Quer mesmo saber as respostas de suas perguntas, ou é apenas um desabafo?
Eu sei o que esta pensando, eu falo com todo mundo o tempo todo, em suas próprias vozes. A questão é: quem escuta?
Da montanha mais alta você gritou. Do lugar mais baixo o seu sussurro foi ouvido. Através dos corredores da existência humana, a verdade ecoou.
O amor é a resposta.
Vocês projetam o papel de pai em Deus, e assim criou um Deus que julga , recompensa ou pune. Você criou um amor com base no medo, e este amor com base no medo domina as suas experiências. Você precisa do medo para Ter, fazer e Ser. O que é absolutamente correto?
Você precisa ser ameaçado para ser bom? Quem dita isto?
Eu lhe digo que é você quem faz as regras, você traça as diretrizes.
O amor é tudo, sim você já ouviu isso. Até pus num adesivo para você ver.
Mas nas horas difíceis, de preocupação, de dúvidas ou medo você prefere esquecer...
Você deveria responder a pergunta: O que o amor faria agora?
Viver a vida sem expectativas, sem a necessidade de resultados específicos...isso é liberdade!
Lembre-se, você esta constantemente se recriando, a cada momento você decide Quem e o que é.
Você decide através das escolhas que faz, sobre o que você gosta, ou pelo que esta apaixonado.
A preocupação é típica de quem não entende a sua conexão comigo...
Você se lembra da pergunta: o que o amor faria agora? Responda esta pergunta, e eu estarei lá sempre, de todas as formas.
O sofrimento não tem nada haver com os fatos, mas como se reage a eles.
O que acontece é meramente o que aconteceu!
O que sentimos é outra questão.
Você não pode ter tudo que quer. O seu pedido denota carência, você quer algo que resolva sua carência, o desejo em sua realidade.
Devo puni-lo por fazer uma escolha que eu pus na sua frente? Esta é a pergunta que você deve se fazer antes de me dar o papel de Deus condenador.
Você me implorou para Eu aparecer, para Eu me explicar, me revelar. Estou fazendo isso em termos tão simples, que você tem que entender. Eu estou aqui, bem aqui neste momento.
Esta na hora de você se espiritualizar mais do que nunca, isso lhe trará muita paz mental, e em uma mente tranqüila fluem grandes idéias, idéias que podem ser a solução de seus problemas.
Eu só quero que você seja feliz, mas você acha que esta abaixo de mim, mas na verdade somos um só.
Não há distinção. Eu quero pra você o mesmo que você quer para si mesmo.
Só você esta preocupado com o seu sucesso material, só você esta.
Não precisa se preocupar com a sua sobrevivência, os mestres são aqueles que escolheram viver ao invés de sobreviver.
Vá em frente! Faça o que você gosta, e nada mais.
Você tem tão pouco tempo, como pode desperdiçá-lo fazendo algo que não gosta?
Isso não é viver. Isso é morrer.
Não se sinta abandonado, pois estarei sempre com você. Não vou deixá-lo, não posso deixá-lo, pois você é minha criação e meu produto.
Minha filha, meu filho e meu propósito, e eu mesmo.
Me chame em qualquer lugar, e sempre que estiver separado de mim, eu estarei lá.

Inserida por deboraholiveira9