Fernando Luís de jesus: Agora No infinito não se pode ter fim...

Agora

No infinito não se pode ter fim
Pensando já na chegada do trem,
E se todo dia fosse o começo?
Poder sonhar feliz no caminho.

Amanhã vai ter a grande promoção
Esquecer hoje do abraço,
E se todo dia fosse o começo?
Certo seria dizer o pra sempre te amei,

Pensar na chuva como se fosse desperdício
Esquecer de que existe imaginação.
E se todo dia fosse o começo?
A grandiosa tempestade seria a fé,

Não há tempo para chorar esta noite
Talvez amanhã quem sabe aprender a sentir,
E se todo dia fosse o começo?
jamais evitar o que se pode viver...

Inserida por spjd