Ananda Lugubone: E o tempo está passando, tic tac tic...

E o tempo está passando, tic tac tic tac por vezes posso quem sabe ouvir um tac tic mas logo estamos de volta no tic tac tic tac...
pensar que num piscar de olhos não sou mais aquela garotinha que nada temia pode parecer clichê mas pra mim não passa de um enorme pesadelo
que só faz me atormentar a cada dia que abro os olhos pela manhã e me dou conta de que o café não está na mesa, que a roupa ainda está no varal
e que a louça ainda jaz na pia desde do jantar de segunda feira, do mês passado ! não sei se um dia vou me acostumar com isso. com a idéia de que ou me adapto
com a minha nova vida ou espero sentada no sofá por ela passar .

e a cada vez que eu penso, mais me desespero a prever que daqui pra frente eu não sou mais
aquela menininha que corria e pedia colo a cada medo e aflição, eu sou agora uma garotinha no meio de muita gente grande que me pede todos os dias que seja como
eles, que haja, pense, vista como os tais . uma vez que agora devo ser, e o que entristece mais é que eu não tive opção .
ninguém bateu na minha porta e perguntou se eu queria passar dos quinze, eu nunca quiz ter mais do que eu tenho agora, e sinceramente não gosto mais do meu aniversário
estou vendo que o tempo esta passando e o tic tac mostra-se cada vez mais acelerado e eu não consigo acompanhar as badaladas do relógio que está deixando
tudo tão depressa, tão rápido, tão rááááááááápido ... PAARAAAA !

espera, escuta, relaxa . ouve o meu coração, a minha vontade de ser criança, de depender daqueles que daqui mais uns tictac's dependerão de mim
só me resta chorar, e a cada lágrima derramada a dúvida de se é mesmo justa essa vida, se é mesmo válido viver já que daqui uns 60 anos ou mais, simplesmente acabará
eu tenho medo da morte, mas a morte não tem medo de mim . já que pra ela e pra todo o resto do mundo eu ainda sou aquela menina ingênua com verdadeiro PAVOR do futuro .

Inserida por varenga