Desconhecido: Duas páginas, Amor que tinha, Palavras...

Duas páginas,
Amor que tinha,
Palavras cruzadas,
Amor sem linhas.

Folha preenchidas,
Não me dão á resposta,
Amar não é uma escolha,
È os suores de quando alguém se encosta.

A ti, te dedico,
Por ti eu mudo,
Ouvia á tua voz,
Mesmo que fosse surdo.

Pois eu cresci,
No meu passado passo um pano,
Sou estupido,
Porque não te chamo?

Amor, algo parcido,
Tristeza enrolada na onda,
Se amar é um jogo,
Tento para a proxima ronda.

Amar sufoca o passado,
Chorou regeitado,
Sorri caminho acertado,
Será que amar foi algo inventado?

Não posso, não posso,
Voltar á cometer esse risco,
Perguntei e não obective resposta,
Amar será uma aposta.

O fantasma das palavras

Inserida por felinodanoit