Rosane Rocha de Freitas: Eu não me apiedo de quem não tem o que...

Eu não me apiedo de quem não tem o que falar. O vazio é o resultado fosco do desrespeito ao grande valor da vida:
- O aprendizado!
Todas as fórmulas que desenhariam a vida ideal são de certa forma falsas.
Parece que vivemos entre marcos de um destino que não nos pertence, mas ao qual pertencemos.
Existem estrelas no céu que talvez não mais existam.
Quem duvidaria que nossas vidas espelhem uma realidade que já não mais existe?
Hoje sou, talvez, o que o ontem desenhou, resta então o que serei amanha...
Como é difícil tornar o tempo ideal, achar a base exata e fazer as escolhas certas para esculpir quem queremos ser...
O agora, o que nos espera, o que temos a obrigação de ser nesse exato momento, talvez nos roube o que queríamos de fato....
Ser, viver, alcançar.... tudo foge de nosso controle, ou não?
Sou então quem tem buscado essa fórmula. A fórmula que me permita ser amanhã quem sonhei ser ontem e quem eu deveria esculpir hoje.
Complicado?
Nem tanto!
Para tudo sempre falta a mesma coisa:
Sabedoria!
Sim...sabedoria... Essa palavra sempre me intrigou pelo som que desperta... saber/doria... saber/dor... saber/doeria...?
Acredito que no fundo buscamos tudo conhecer, mas desconfio que a minha busca pessoal pode se encerrar quando eu me encontrar ...
Ah! Então tá bom!
Deixem-me perdida!
To precisando relaxar...
Quero ir ao fim tão rápido não!!!
Deixem-me buscando...por favor!
Quero aprender mais do mundo, ou desaprender o que até hoje creio saber a respeito de tudo...
Quem sabe consiga renovar nosso mundo por dentro de mim e permanecer assim, ignorando completamente quem sou, onde estou e para onde caminho...
Aliás, para onde estamos mesmo indo com tanta pressa?
Alguém pode me responder?
NÃO?
Então, por favor, corram menos.
Vocês sabem muito bem que eu sei que sou muito mais que esse corpo e que essa é, apenas, a minha vida atual... muitas outras se foram, muitas outras podem vir... Com muita coisa ainda é para mim um sofrimento conviver...
Então é isso...
Deixem-me chegar...
Deixem-me partir...
Sem pressa...

Inserida por ROSANEFREITAS