Lidi Dimbarre: " Butterflies on the stomach "...

" Butterflies on the stomach "



Todo ser humano alguma vez na vida já sentiu aquela sensação de ter borboletas no estômago, têm pessoas que durante uma vida sentem mais vezes, porque se apaixonam mais, e outras, que uma única vez já é o suficiente, é quando encontram sua metade no primeiro amor, pode acontecer, não é difícil... mas geralmente procuramos muito até que aquela pessoa em especial nos deixe marcada para sempre!

A minha marcação já foi feita, já senti várias vezes estas famosas borboletas brincando de roda dentro do meu estômago.

Em algumas vezes elas brincaram por apenas um mês, um ano ou dois , em outras brincaram só por uma semana, e em um único caso elas brincaram desde o primeiro dia e continuam até hoje, passados vários anos.

Elas são sapecas, fazem cócegas, dão vôos razantes e por este motivos as vezes sinto aquele "frio na barriga", por outras vezes elas ficam ali quietinhas, quando eu penso que elas me deixaram, basta um cruzamento no sinaleiro para mostrar que elas continuam ali, alegres, brincalhonas e o mais importante... VIVAS!!!!

As vezes elas me confundem, porque acordam em momentos diferentes, ás vezes quando conheço alguém elas até fazem graça, aparecem por algum momento, só pra me fazer aproveitar aquele momento, mas depois elas já ficam quietinhas de volta, e só voltam a brincar quando o seu verdadeiro mestre reaparece. Muitos podem dizer, mas como vocês são burras, ficar aí dando tanta importância ao passado, passado já foi, já era, acabou!!! Mas para elas não, elas com toda a sabedoria que possuem só dizem algumas palavras, que já são o suficiente para calar a quem não entende: Amor de verdade não acaba jamais!

E assim eu vou, com as minhas borboletas no estômago, com as minhas lembranças guardadas na alma, e com todo aquele amor guardado no coração, mas eu vou, ainda não sei pra onde, mas eu vou!!!!!

Inserida por akutianando