Danilo Gomes: O Poeta que não sabia falar Quando...

O Poeta que não sabia falar

Quando escrevia sabia como se expressar e demonstrar exatamente o que sentia.
Mas era um poeta mudo. Tinha voz, mas não falava.

Era capaz de se concentrar no sentimento que mais o afetava e, sobre
este, transcrever seus textos.

Alguns belos, outros singelos, mas todos de coração.

Quando falava, ou tentava, existia um misto de sensações.

Somava-se ao sentimento central uma infinitude de sentimentos periféricos,
que não revelavam em suas palavras o mesmo autor das poesias.

Seu maior desejo era ter papel e caneta na ponta da língua. Ser poeta por inteiro.

Inserida por dancg