Danilo.B: Continuidade Então não mais do que de...

Continuidade
Então não mais do que de repente, uma inquietação com leve sentido de desespero se apodera e com ela toda aquela angústia de se sentir impotente a tudo e aquela tempestade de insegurança. Contudo o espírito destruído e aquele medo de seguir..Nostalgia de épocas passadas que acometem o pensamento, talvez a única razão óbvia de se estar ou a única razão de continuar. Mesmo com todas; continua , derrama,adentra e por fim a razão de estar é só a questão de continuar.

Inserida por DaniloB