Yasmine Camargo: Sorrisos de plástico Vim apredendo...

Sorrisos de plástico

Vim apredendo desde pequena,que apesar de tudo devo ainda crer nas pessoas. Tentei crer no olhar desviado,tentei crer naquele sorriso desmanchado. Mas não consegui. Aprendi sozinha a diferenciar o bom do ruim,o verdadeiro do falso... pois sinto isso quando alguém se aproxima de mim. Mas o que não sei diferenciar e nem compreender,é de que como o tempo pôde modificar as pessoas?
Amigos? são pouquíssimos,porém me orgulho das amizades que tenho.
Estou fazendo uma limpeza,cantando sorrisos fáceis de se quebrar e
jogando fora,deixando o vento levar. Enquanto aos verdadeiros,guardo dentro de mim, para sempre poder me recuperar um pouco do que certas coisas a vida me reservou. Não me arrependo de em alguns momentos ter sido muito franca ao ponto de magoar,mas se não tivesse feito isso,pessoas não saberiam enxergar além de boas aparências. Duvidaram do meu sofrimento,duvidaram do que me tiraram, posso dizer que isso tudo não me fez bem. Cresci em um estado pequeno,cujo as pessoas vivem julgando até a cor de seu sapato. O que importa está dentro,não fora. Creio assim...
se alguém é superior à alguém,por que reclama?

Inserida por yasminecamargo