Sofia Duarte: Eu a amava tanto que tinha agora de...

Eu a amava tanto que tinha agora de deixar que ela vivesse, minha vida finalmente tinha chegado ao fim com o que mais queria, ela me amava e era a minha única vida. Apenas ela, mais nada além dela…


*CINZAS: SALVATORE*

Mais em http://pedacosthestorie.blogspot.com

Inserida por SofiaDuarte