L. K. P.: Rosina Rosa linda que desabrocha linda...

Rosina

Rosa linda
que desabrocha
linda assim, perfumada assim.

Que teu perfume não me deixes...
Jamais. Rosina, rosa linda que desabrocha
desabrocha, desabrochando vive
mas vive e morre, morre, morre.

Que a desventura de morrer toda rosa tem
mas minha Rosina morreu perfumada!
E que doce perfume deixaste em meus braços
que jamais será esquecido!

Oh, Rosina... rosa minha que linda tu és!
Tu eras...
Tu eras no passado - mas ainda és em meus braços.

Inserida por lkp