Edgardo Xavier: Duelo À carne expectante anuncio o meu...

Duelo



À carne expectante
anuncio o meu corpo
em trovoada de sentidos
Há dores
cheiros
gemidos
na tua terra queimada

Na promessa de redenção
crestam-se os lábios
E as chagas

É tempo amor
Sangra-me a sede mais feroz
e mistura a tua noite
ao meu veneno

Inserida por solitaria543