Fátima araújo: Não sou poeta e nem nada sou quem Vive...

Não sou poeta e nem nada sou quem
Vive o amor para contigo retribuir
A gentileza, a real grandeza a natureza
Mim deu uma força que não tive agora
Agradeço-te sou poeta baronil.

Autora: Fátima Araújo.

Inserida por fatimaaraujo