Bernardo Almeida (www.bernardoalmeida.jor.br): Recolher Sonhar tornou-se pecado...

Recolher

Sonhar tornou-se pecado
Deita-te sob a lama que se forma
E conforma, resignação que me traz ânsia

Enojo-me dos seus beijos
Seu hálito é fétido
Diz-me que a vida é assim

Não quero entender seus propósitos
Você não tem alma
E ainda resta-me o direito de manter a minha

Abaixo da terra, sua dignidade
Acima dela, suas futilidades
Faço parte daquilo que foges

Imagens de pedaços de nada
Que juntas sem porquê
No entanto, continuas a recolher

Papéis aos montes
Como um catador de lixo
Abutre mórbido

Comes a carniça
E a vida que conhece e prova
Vem da morte alheia

Seu corpo está deformado
E ainda consegues sentir-se belo
A soberba é a bala que carregas na testa

Bernardo Almeida (Livro Achados e Perdidos)

Inserida por robertleroy