Mariana Botelho: quero comer o verso que tremula na...

quero comer o verso
que tremula na
língua

e nunca mais falar de
poesia

Inserida por sizinha1234