Bianca Trajanoski: Na ingratidão deste mundo cruel, eu me...

Na ingratidão deste mundo cruel, eu me sinto só.
Sinto que tudo a minha volta parou, que as pessoas sumiram, que o sol e a lua não brilham mais.
Estou nas trevas da tristeza. Pessoas importantes foram embora,e agora, a chuva não molha mais o meu rosto, somente as lágrimas que nele rolam me lavam de dor.
Nem o sorriso de uma criança inocente é capaz de me alegrar. Nem o brilho do olhar do meu amor me faz feliz.
Mergulhei num mar de esperanças de te reencontrar, mas acabei me afogando nas profundezas da realidade que você não voltaria, que me abandonou e se foi para nunca mais voltar.

"In memorian de Iracema Trajanoski"

Inserida por BiaTrajanoski