PHILIPE GOMES.: Desta vez calei. Não tinha o que dizer,...

Desta vez calei. Não tinha o que dizer, e mesmo se o fizesse estragaria tudo. Li cada letra como se num ataque de raiva e felicidade eu não pudesse mais ler. Num piscar ou outro sentia as lágrimas. Não chorei. Bastou o sentimento de perca, de fuga, mágoa, de tudo menos algo. Sentido contrário, num sentido inverso ao qual pensei que reagiria. Seria a insanidade? Por vir de ti talvez. Palavras que me fizeram calar e no silêncio tudo o que buscava era somente algum tipo de paz que absorvesse de mim esse sentimento inexistente. Novamente em xeque? Eu não poderia suportar. Seria extremo e na falta de pontuação passo a não me entender. Bastaria então o meu velho sentimento de derrota. O fracasso diante o medo, e a ilusão de num momento ter em minhas linhas o vazio. Externo e de forma tão simples a mim mesmo. Estava as letras que aos poucos me consumiam, e a dor ao me ver em carne viva não era maior do que a dor de ver as letras se desmancharem num tempo outrora. O fracasso? O silêncio? um grito de dor ao final bastou. E “eu já sabia quem era VOCÊ

Inserida por dawidh