Letícia Mariano: Perco me tentando a toda hora...

Perco me tentando a toda hora encontrar-te, espreitando as escondidas disfarçadamente cada gesto teu, esperando por horas ver um sorriso para guardar na memória e ter com o que sonhar, sonhos dos quais você não dá um gesto de esperança que aconteça, porém acontecem, me espreitam como eu à ti em noites de lua, quando suplico ver tua face, e da mesma forma que renego esses sonhos, renegas meu amor, que flui como correnteza sem saber onde desaguar, quero ouvir-te, abraçar-te, sentir-te, porém quando te vejo suo frio, fecho os olhos um instante à imaginar o que fazer e quando os abro já não estas lá minha doce amarga ilusão, quero guardar tua imagem dentro de mim, por isso te olho com um olhar faminto, querendo devorar cada instante que tenho um tua presença, até fartar-me de ti, e parar de imaginar como era, como seria. Só me resta sonhar e me perder em sonhos onde procuro por você minha doce amarga ilusão.

Inserida por iskilinha