Vania Assunção: "ESTE É APENAS UM DIA DA MINHA...

"ESTE É APENAS UM DIA DA MINHA VIDA."

Mais um dia...
Acabo de acordar e tantas coisas passam em minha mente,
De repente começa a passar cenas como de um filme;
Às vezes repetido ou não; e me pergunto;
O que pode me acontecer hoje?
Se tiver sorte tudo vai correr bem.
Penso em Deus e rogo que guarde meu filho,
Porque eu vou guardar os filhos de outros.
No momento em que lhe dou um beijo,
Vejo que ele dorme um sono profundo,
Nada sabe das maldades deste mundo;
Vou me vestir para mais um dia de trabalho,
Tiro as pantufas macias, quentinhas e visto um coturno duro e frio,
Troco a roupa de cidadã por um uniforme que toda sociedade conhece,
Neste momento minha responsabilidade é maior que cuidar só do meu filho,
Ou dos meus vizinhos, tenho uma sociedade a zelar pela segurança e integridade física;
Na minha mão a ferramenta de trabalho é um ferro frio, sem sentimentos.
O uniforme me transforma em uma Super heroína,
Não posso mais demonstrar meus sentimentos e sim entender e compreender aos outros;
Não posso falhar, não tenho esse direito, pois a sociedade não vai me perdoar,
Doze horas de tensão, tudo pode acontecer, sempre de ouvido atento ao rádio, e olhos esperto em tudo que acontece ao redor, porque o mal se esconde, eu sou um alvo fácil,
Um vacilo e perco a vida como tantas que já vi se perder.
Durante o transcorrer do dia só desentendimento, uns por coisas banais, como uma peça que foi trocado por um eletricista e o serviço não agradou; ai eu penso; isso é coisa para eu resolver?
Mais não posso cair na rotina, em minha profissão pode ser fatal, tenho que acreditar sempre que o pior pode acontecer.
O turno de serviço esta quase terminando e olho para meu companheiro e lhe digo; graças a DEUS o dia foi tranqüilo; quando de repente ouço no rádio alguém pedindo prioridade, é uma pessoa tentando cometer um suicídio, esta no terraço de um edifício de vinte e sete andares, pendurado no parapeito, de repente tudo se modifica, tenho que esquecer de tudo e me concentrar no que esta acontecendo, ligo a sirene e a caminho em alta velocidade vou pensando o que posso fazer, chego ao local e me deparo com um jovem de vinte três anos transtornado por um relacionamento amoroso que não deu certo; aí eu penso; o que eu tenho com isso. Mais o compromisso com a vida e a dignidade profissional fala mais alto,
Me aproximei o Máximo que pude, pois a cada passo que dou em sua direção ele ameaça se jogar, a tensão aumenta, mais tenho que me controlar, não posso transmitir nervosismo e sim segurança, depois de muito tempo de conversa, onde o mesmo desabafou seus problemas, lhe dirigi a palavra pedindo para me ouvir e perguntei o que ele via ao olhar para mim; me respondeu, vejo uma policial, e lhe disse e por baixo da farda, me respondeu um ser humano, então lhe disse, você acha que não tenho problemas?
Olhou para mim e começou a chorar,
Em um descuido dele, numa ação rápida consigo lhe segurar; outros companheiros logo em seguida me ajudam a lhe trazer para um lugar seguro, vejo no rosto de cada um que encontravam acompanhando, um ar de alivio, de missão cumprida.
Ai eu pensei, hoje eu lhe salvei a vida e amanhã que vai salvar?
Com certeza nunca mais vou lhe ver, pois tenho outras vidas a salvar.
Volto para casa e encontro meu filho e meus vizinhos bem, GRAÇAS A DEUS...
ESTE É APENAS UM DIA DA MINHA VIDA.
Vanyaswitch

Inserida por vaniaAssuncao