Patrícia Assmann: Pai, quero abraçar-lhe assim, pequenino...

Pai, quero abraçar-lhe assim, pequenino como uma criança, frágil como uma pétala, imenso como o mar que cura. Meu pai, meu velhinho jovem.

1 compartilhamento
Inserida por patsilvamello