Tiago landeira: Adoro a vida por seu conteúdo ser feito...

Adoro a vida por seu conteúdo ser feito das surpresas que chegam em um segundo brotando do chão e paredes; brotando das pessoas num padrão de mosaico e criatividade inesgotável.
Adoro a vida porque ela toca no íntimo de formas diferentes e aleatórias; hoje sou eu, amanhã serei eu de novo; ontem foi o outro.
Adoro o amor que nunca vai deixar a monotonia dos momentos perfeitos perdurarem nem a tristeza ser para sempre. Como o breque do vento que está apontando em uma direção a mais de mil quilômetros por hora e de repente aponta para o oposto; o outro momento; a outra estação.
Adoro o sofrimento recuperado, quando vai perdendo intensidade e se cambiando em outro sentimento que não necessariamente seja a alegria, sem se deixar perceber.
Me encanta a força que vem nos momentos de fraqueza sem origem explicável; vc simplesmente segue em frente.
Adoro o respeito rígido ao qual todos estão submetidos. O tempo. Onde os dias são passados com igualdade constante, sem apressar ou tardar; na paz ou na guerra.
Adoro a vida porque nela nunca se poderá definir o que é correto e nunca saberemos o que é belo ou horrendo, nunca iremos ter o prazer de provar a melhor das sensações, porque a melhor poderá ser a do outro e não sabemos disso. E é simplesmente assim. Cada ser um parâmetro para si mesmo.
E mesmo tudo sendo tão abstrato, é ainda dinâmico, deixando um rastro de cortes no tempo que cicatrizam tão rápido que não permitem aprender ou gravar o que se experimenta, tornando todos pioneiros do que já foi vivido por muitos. Só se entende o que nos molha daquilo que foi derramado sobre nossas cabeças. O que extravasa, vai ao chão.
Onde toda a dor e a felicidade do mundo podem caber numa lágrima; é minimamente adorável.

Inserida por landeira