Itras Ramde: É Permitido... Se o tempo me...

É Permitido...

Se o tempo me permitisse,
Teria você por mil anos
Mas te amaria por toda eternidade...

Se o vento me permitisse,
Seguraria forte teus cabelos
Mas te aprisionaria com toda liberdade...

Se o momento me permitisse,
Fixaria por um instante, o teu olhar
E lembraria sempre, de toda tua claridade...

Se o movimento me permitisse,
Acariciaria forte teu coração, tua alma,
Teu corpo, mas com toda suavidade...

Se um cumprimento me permitisse,
Beijaria, ao vê-la, suave e lentamente teu rosto
E, depois, tua boca com toda profundidade...

Se o consentimento me permitisse,
Te tomaria nos braços, rasgaria tua roupa,
E te amaria voraz, em toda totalidade...

Se o julgamento me permitisse,
Libertaria a todos e, principalmente, a ti
De qualquer e toda culpa de idade...

Mas este meu sentimento me permite
Esquecer todo o sentido
Do que é e não é permitido
E, como pode, meu Deus, ser proibido
Amar assim, tão forte,
Te amar assim, tão de verdade...

Inserida por ItrasRamde