Itras Ramde: Estranho É estranho como me atrai...

Estranho

É estranho como me atrai
Distrai, nos trai.
É estranho como me basta
Tua alma, tua calma.
É estranho como não te toco
Não me toco, me sufoco.
É estranho quanto fala,
Quando cala, como me abala.
É estranho como te quero,
Te espero, te paquero.
É estranho tua atitude,
Juventude e plenitude.
É estranho ...
Mas por que fugir,
Desviar ou partir?
Por que não se deixar amar?
Apenas fluir...
Uma vida,
Por um instante,
Ou até a partida...

Inserida por ItrasRamde