Desconhecido: Ninguém é o mesmo, o tempo inteiro....

Ninguém é o mesmo, o tempo inteiro. Tem dias que estamos mais alegres, noutros dias somos tomados por uma tristeza inquietante. Isso é normal. O gráfico da vida nunca é uma linha reta ou só ascendente. Somos um amontoado de altos e baixos, vitorias e derrotas, começos e recomeço.
Querer ser ou querer que os outros sejam sempre do mesmo jeito, é meio caminho andado para a frustração.
Amar é muito mais do que sentir, é uma decisão da vontade que precisa ser exercitada e externada. Amar é comprometer com a felicidade do outro. O amor não tolera ensaios, logo, precisa ir muito alem das emoções, que são instáveis por natureza.

O amor baseado nas emoções é um amor completamente instável, inseguro, imaturo e temporário. Quanto o amor se baseia nas emoções a pessoa ama ou deixa de amar conforme seus humores. Se hoje estou me sentindo bem ao lado do ser amado, estou amando; se não me sinto bem, deixo de amar. Seria cômico se não fosse trágico e é mais real e frequente do que se imagina.
Por mais excitante que seja sentir desejado por alguém especial, só esse desejo não é amor, e nem assegura que isso poderá se transformar em amor. O verdadeiro amor está fundamentado em um compromisso que vai além do sentimento. O amor não é uma opção, é um exercício consciente, decidido e executado. Exercitar o amor é tomar a decisão de expressá-lo através do carinho e de gestos concretos. A negligência é a altanaria do amor. O amor nunca morre por morte natural. A indiferença é um veneno que intoxica o amor ou deixa-o morrer...
Por isso cuide bem do seu amor.... não seja cagão, nem cagona... valorize quem você tem ao lado, porque quem quer fica pertinho!

Inserida por tassiapacheco