Celma: Quase sempre a ingenua lágrima pode...

Quase sempre a ingenua lágrima pode mais que a sábia língua

Inserida por miminha