Fernanda Oliveira - SSABA: Eu costumo ser eu mesma, mas isso...

Eu costumo ser eu mesma, mas isso incomoda tanto. É tão absurdo, que chega ser incrível!!! É muito triste, mas vivemos em uma sociedade mediocre, onde as pessoas fingem ser o que não são, para agradar a outras que, nem se quer, sabem ao certo quem são de verdade. É um emaranhado de hipocrisia, falsidade uma imundice de alma. Nossa! Que horror!!! Precisamos resgatar o bom senso, a verdade dos olhos, a espontaneidade de um sorriso, a pureza nos corações, a leveza de alma... precisamos reaprender a viver como irmãos, como cidadãos, como gente de verdade, de carne, osso...um corpo latente, com alma, espírito, sensíbilidade. Meu Deus, a humanidade está se perdendo, pra não dizer que já se perdeu de vez. É isso, eu sou feliz sim...vivo minha vida, com meus dilemas e frustrações, pô! eu sou normal...mas eu me permito viver, independente de qualquer situação. Amo a simplicidade, esse é o lado bom da vida, as coisas simples... Eu amo viver, eu amo a vida, eu respeito a vida!!!! Eu a Deus, Eu me amo!!!

Inserida por Nandaneto